Reality show com Lais Ribeiro e modelos trans estreia na TV

Programa estreia hoje, às 22h, no Canal E! e terá 10 episódios

Rosângela Espinossi
Publicado em

O programa “Born To Fashion”, apresentado por Lais Ribeiro, estreia nesta quinta-feira (13) no canal E!. Trata-se de um reality show com modelos trans. “São mulheres fortes e inspiradoras, que buscam realizar seus sonhos, conquistar espaço e ter suas vozes ouvidas, mas, para isso, têm que quebrar barreiras todos os dias”, afirmou a top.

Lais Ribeiro (Foto: Divulgação)

Lais Ribeiro (Foto: Divulgação)

O programa terá 10 episódios e, para ajudar a escolher a vencedora, a top model contou com a ajuda do beauty stylist André Veloso, da fundadora da Colcci Lila Colzani, da roteirista Alice Marcone, além de convidados que fizeram participações especiais, como o estilista Alexandre Herchovitch, da jornalista Patricia Carta e da diretora da Joy Model Liliana Gomes.

“Mesmo antes da estreia, várias meninas já conseguiram alguns trabalhos e estão em agências, isso porque tiveram contato com profissionais da moda durante as gravações e mostraram bom desempenho. Com certeza, o programa já fez a diferença na vida de boa parte das participantes”, afirmou Alice Marcone, que também é atriz e cantora e foi a primeira trans a gravar uma música sertaneja.

Alice Marcone, André Veloso, Lais Ribeiro e Lila Colzani (Foto: Divulgação)

Alice Marcone, André Veloso, Lais Ribeiro e Lila Colzani (Foto: Divulgação)

Muitos ‘nãos’

“Esperamos que o programa abra a cabeça tanto do tio do churrasco quanto da tiazinha do WhatsApp”, afirmou Lila Colzani, em entrevista coletiva recente. O mundo da moda é cheio de competição. E essas meninas, além de receber os ‘nãos’ normais que todos recebem no mundo fashion, ainda têm de enfrentar a sociedade. Eu aprendi muito com elas”, afirmou Lais.

No ano passado, o presidente Jair Bolsonaro ameaçou extinguir a Ancine (Agência Nacional do Cinema), exatamente por não gostar de alguns projetos aprovados, como o que destinou R$ 3 milhões ao programa, feito em conjunto com a produtora Delicatessen. O órgão hoje está vinculado ao Ministério da Cidadania.

A top model enviou vídeo exclusivo ao “Elas no Tapete Vermelho”, que lembra que o programa tem muita representatividade. “Mostra o sonho dessas meninas de serem profissionais respeitadas. Vai revelar um novo rosto para a moda brasileira”, disse.

Veja vídeo

Durante toda a competição, que envolve provas de fotografia, vídeo, passarela e teatro, as participantes conviveram na mesma casa e dividiram com o público suas histórias e experiências, além de seus talentos, para brilhar no mundo da moda. Não há eliminação semanal, as candidatas, de vários Estados brasileiros, serão avaliadas a cada desafio e terão de provar para a equipe que sabem ouvir e evoluir. “Fizemos muitas provas, como fotos de biquíni, nudes. Teve emoção e diversão também”, contou Lais, ao lembrar que chorou muito durante as gravações, ao saber dos problemas enfrentados pelas concorrentes.

“O programa vai abrir um caminho para as meninas trans e estou muito feliz de ser uma das porta-vozes em trazer essa experiência para o público. De usar minha voz para ajudar a romper barreiras”, acrescentou a angel da Victoria´s Secret. A vencedora será capa de uma revista de moda e terá o contrato de um ano com a agência Joy Model.