Oscar 2020 teve tênis e vestido usado: veja 8 tendências

As cantoras Billie Eilish usram o calçado esportivo; Jane Fonda repetiu vestido de 2014

Rosângela Espinossi
Publicado em
Charlize Theron (Foto: Divulgação/Dior)

Charlize Theron (Foto: Divulgação/Dior)

Em noite de surpresas e confirmação de ganhadores no Oscar 2020, o tapete vermelho do evento que premiou com 6 estatuetas o longo sul-coreano “Parasita”, incluindo melhor filme, melhor filme internacional e melhor diretor, trouxe algumas surpresas fashion e ratificação de tendências.

Entre as surpresas, até looks com tênis cruzaram o red carpet mais badalado do mundo. O feito foi visto nos looks das cantoras Billie Eilish e Aurora. Não faltaram os “infaltáveis” vestidos pretos, além de brancos e muito monocromáticos coloridos, que você pode usar na próxima festa que exija longo para a qual for convidada. Separamos 8 tendências para você se inspirar e sonhar. E um bônus imperdível, para refletir e se espelhar.

Pretos e azuis nada básicos

Atrizes apostam em preto no Oscar (Fotos: Divulgação/Dior/Reprodução/@instagram)

Atrizes apostam em preto no Oscar (Fotos: Divulgação/Dior/Reprodução/@instagram)

Não faltaram looks pretos, mas aqueles que não podem ser chamados de pretinhos nada básicos, como podem provar Natalie Porter, Charlize Theron, Margot Robbie e Penelópe Cruz. Atentem aos detalhes:

Natalie Portman veste longo Dior com capa. Nesta peça, estão bordados os nomes de diretoras mulheres que não foram prestigiadas na premiação. O modelo é da coleção de alta-costura primavera-verão 2020 em tule de seda, com bordados de caules de trigo e mudas de flores silvestres em fio de ouro envelhecido.

Charlize Theron, que concorria à melhor atriz pelo filme “Escândalo”, apostou num vestido longo de seda Dior com fenda poderosa e decote assimétrico.

Margot Robbie,. indicada como atriz coadjuvante por “Escândalo”, apostou num vestido azul-marinho Chanel, com drapeado no busto e mangas presas apenas nos bracos com laços (tendência). A aparente simplicidade da peça é finalizada com um superbroche de pedra azul.

Penélope Cruz usou um vestido Chanel, inspirado na coleção primavera assinada pela própria estilista, lançada em 1955. Além do preto, sempre presente na grife, o cinto de pérolas e a camélia branca são marcas registradas da Chanel.

Vermelho, o novo preto?

Vários tons de vermelho (Fotos: Reprodução/@instagram/Divulgação/E!Entertainment))

Vários tons de vermelho (Fotos: Reprodução/@instagram/Divulgação/E!Entertainment))

O vermelho, em várias tonalidades, provou que é cor de red carpet sim. Apareceu em vários looks e em várias silhuetas, garantindo elegância, seja em cortes mais básicos, seja em looks nada básicos. Da esquerda para a direita:,

Chrissy Metz mostrou que a cor vai bem para quem tem silhueta plus size.

Kristen Wig veste vermelho, com babados encorpados da lateral, da Maison Valentino.

Petra Costa, diretora do documentário de “Democracia em Vertigem”, que não levou a estatueta, apostou no vermelho básico, assinado por Marc Bouwer, Durante o evento, a brasileira participou de protesto em defesa da Amazônia.

Giuliana DePandi-Rancic, apresentadora do canal E!Entertainment, apostou num vermelho com franjas aplicadas do Atelier Zuhra

America Ferrera apostou num longo vermelho-profundo de Alberta Ferretti e completou o look com tiara em homenagem aos seus antepassados, da tribo indígena Lenca, de Honduras.

Branco total

Atrizes apostam em branco no Oscar (Fotos: Divulgação/Versace/Reprodução/@instagram)

Atrizes apostam em branco no Oscar (Fotos: Divulgação/Versace/Reprodução/@instagram)

A gente pode achar que branco é para noiva, mas as famosas apostaram na cor no tapete vermelho do Oscar.

Lily Aldrige apostou hum drapeado de Ralph Lauren, finalizado com flor vermelha.

Renée Zellweger foi com um estonteante vestido coluna brilhante, com apenas uma manga, da Armani Privé. A atriz levou a estatueta de melhor atriz pelo seu papel em “Judy – Muito Além do Arco-Íris”

Cynthia Erivo apostou num vestido com decote assimétrico e corte gráfico. A peça traz ainda cristais Swarovski brilhantes e malha de cristal em tons de prata, do Atelier Versace.

Salma Hayek usou um vestido branco, com fenda e drapeado no busto, que se transformava numa manga bufante, da Gucci.

Todos os tons

Monocromia e drapeado (Fotos: Dior/Divulgação/Reprodução/@instagram)

Monocromia e drapeado (Fotos: Dior/Divulgação/Reprodução/@instagram)

Vestidos monocromáticos em tons marcantes também pisaram a passarela do Oscar 2020. Os modelos também traziam drapeados, outra tendência, em detalhes ou no vestido todo.

Greta Gerwig, cuja obra “Mulherzinhas” foi indicada como melhor filme, apostou no vestido tomara que caia, com drapeado nos seios, de seda verde-escura, da Dior Alta-Costura.

Idina Menzel,  que dá voz à personagem Elza, de “Frozen”, escolheu um rosa totalmente drapeado e finalizado com laço, da J.Mendel.

Mindy Kaling apostou no amarelo, também com drapeado no dorso e um ombro só, da Dolce & Gabbana.

Sigouney Weaver também apostou num verde da Dior, com decote caído em drapeado fluido. O nó no ombro e o cinto de corda finalizam o look de seda.

Metalizado

Metalizados (Fotos: Reprodução/@instagram)

Metalizados (Fotos: Reprodução/@instagram)

Os metalizados também foram apostas das famosas no tapete vermelho, em tonalidades variadas, passando por prata e ouro.

Janella Monae, uma das primeiras a cruzar o tapete vermelho, usou um vestido com 170 mil cristais, que demorou 600 horas para ser feito, da Ralph Lauren. Capuz e saia ampla estruturada foram destaques no look.

Maya Rudolph apostou no drapeado em cobre, amplo e confortável da Maison Valentino.

Rebel Wilson escolheu vestido dourado, com drapeados e decote em V amplo, que modelam a silhueta, de Jason Wu.

Brilho na medida certa

Nude brilhante (Fotos: Versace/Divulgação/Reprodução/@instagram)

Nude brilhante (Fotos: Versace/Divulgação/Reprodução/@instagram)

Os tons de pêssego e prata, quase nude, marcaram os looks de Regina King e Scarlett Johansson, com brilhos bordados apenas na região do dorso,

Regina King escolheu modelo do Atelier Versace com o corpete assimétrico inteiramente bordado à mão com cristais Swarovski transparentes e prateados, proporcionando um efeito fluido e líquido.

Scarlett Johansson, indicada como melhor atriz, por “História de um Casamento” e como atriz coadjuvante, pro “Jojo Rabbit”, foi com um Oscar de la Renta, feito sob media, com corset e sai de cetim cortada em viés. Os bordados de cristais demoraram mais de 300 horas para serem aplicados.

Bi ou tricolores diferenciados

Looks bicolores (Fotos: Reprodução/@instagram)

Looks bicolores (Fotos: Reprodução/@instagram)

Modelos bicolores, com dorso preto e saias claras marcaram presença no tapete vermelho, em vestidos nada básicos.

Gal Gadot escolheu um modelo Givenchy, com parte de cima rendada, de gola alta e mangas longas, finalizado com saia rosa de camadas de tule e renda, provando que silhueta ampla continua em alta.

Soirse Ronan, indicada com melhor atriz por “Mulherzinhas”, escolheu um look Gucci, com a parte de cima preta e branca, com babados em modelagem peplum. A saia lavanda complementa a produção, que na verdade é tricolor.

Laura Dern, que recebeu a estatueta de atriz coadjuvante por “História de um Casamento”, foi com um vestido bicolor também rosa e preto, como o de Gal Gadot, mas de corte mais seco, do Atelier Armani. O busto vem com aplicações pretas penduradas, lembrando o bandô de uma cortina.

Tênis no tapete vermelho

As cantoras Billie Eilish e Aurora (Fotos: Reprodução/@instagram)

As cantoras Billie Eilish e Aurora (Fotos: Reprodução/@instagram)

As cantoras Billie Eilish e Aurora (que canta em “Frozen 2“) foram responsáveis por quebrar paradigmas fashion no tapete vermelho do Oscar. Ambas apostaram em roupas com pegadas mais esportivas e completaram o look com… tênis. Sim, isso mesmo.

Billie Eilish,  de 18 anos, usou um conjunto Chanel, que traz uma releitura dos tradicionais tailleurs criados pela estilista francesa, acompanhado de tênis preto e branco.. Nas mãos, luvas com as letras que compõem o nome da marca são moldura para as unhas pretas longuíssimas, com cristal na ponta. Os broches aplicados na jaqueta oversized confiram a tendência de logotopia, tão em alta nos anos 1990. Lembrando que Vhanel foi uma das respinsáveis a levar tênis para os desfiles de alta-costura, há mais de seis anos.

Aurora foi com calça ampla presa na barra e blusa que lembra quimono sem manga, finalizando com cinto e enfeites verticais vermelhos. Na cabeça, uma espécie de diadema e, nos pés, tênis branco.

Bônus

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por 🗽 Margaux Nissen Gray 🇿🇦 (@redgray) em

Jane Fonda merece mil Oscars e milhares de aplausos. A atriz anunciou o Oscar de melhor filme (“Parasita”), com vestido Elie Saab, que usou há seis anos, no Festival de Cannes de 2014. A atriz cumpre a promessa de nunca mais comprar uma peça de roupa. E para a noite ser ainda melhor, levou junto o casaco vermelho que usou nos protestos contra as mudança climáticas, do movimento Fire Drill Fridays, no qual foi presa duas vezes. Exemplo de vida.

Leave a Reply

  • (not be published)