Giovanna Antonelli dá lição de estilo ao usar jeans com jeans

Atriz combinou camisa e calça jeans, com escarpim, joias e cardigã longo vermelho

Rosângela Espinossi
Publicado em
Giovanna Antonelli (Foto: Thiago Duran/AgNews)

Giovanna Antonelli (Foto: Thiago Duran/AgNews)

Nem sempre a combinação de jeans com jeans resulta em looks bacanas. É preciso critério e senso fashion para acertar na produção. E isso não falta para Giovanna Antonelli, que deu lição de estilo ao usar camisa em tom jeans e calça com detalhe destroyed.

A atriz soube escolher as duas peças, que têm texturas diferentes, com outros acessórios que levantam o look sem exagero: cinto azul e joias delicadas. Outros itens que deixaram o look ainda mais bacana foram o escarpim claro e o cardigã longo vermelho.

Giovanna Antonelli (Fotos: Thiago Duran/AgNews)

Giovanna Antonelli (Fotos: Thiago Duran/AgNews)

#ficaadica1: Ao apostar em jeans com jeans, é legal optar por tons parecidos da peças, criando uma espécie de monocromia no visual, que ajuda a alongar a silhueta.

#ficaadica2: O cinto azul-claro confere um ar mais descolado à produção, sem cortar a silhueta ao meio.

#ficaadica3: Mesmo com calça com rasgo na altura do joelho, a opção de usar o escarpim é acertada, porque alonga as pernas e cria um contraste bacana no look.

#ficaadica4: O cardigã longo vermelho, além de colorir o look, oferece a possibilidade de alongar ainda mais a silhueta porque tforma uma imagem vertical na frente, se colocado de forma mais fechada do que ela usou na foto acima.

#ficaadica5: O decote em V é outro auxiliar de peso no alongamento do corpo.

Giovanna Antonelli (Fotos: Thiago Duran/AgNews)

Giovanna Antonelli (Fotos: Thiago Duran/AgNews)

Para fazer par com o conjunto jeans com jeans, Giovanna Antonelli optou por usar joias delicadas, como a corrente no pescoço com pingente, pulseiras finas e anel com pedra colorida.

#ficaadica6: Há certo preconceito em usar joias com jeans, por se tratar de um tecido, digamos, menos nobre. Ledo engano.O jeans aceita tanto joias – podem ser até mais exuberantes -, quanto bijuterias. Basta ter bom senso para saber como e quando usar.