Com Gisele na fila A, Chanel faz desfile histórico em Cuba

Rosângela Espinossi
Publicado em
cuba_chanel_instagram

A notícia do dia foi o épico desfile cruise da Chanel em Cuba. A ilha nunca mais será a mesma após a quebra do embargo comercial dos Estados Unidos, a visita do papa Francisco, de Obama e do show de Rolling Stones. Num país em que grifes de luxo não era realidade por mais de 50 anos, Chanel finca mais um marco fashion.

cuba_gisele_chanel_instagram

A top Gisele Bündchen e o ator Vin Diesel, que gravou o oitavo “Velozes e Furiosos” em Havana,  estavam entre os 600 VIPs que Karl Lagerfeld levou para assistir à apresentação no tradicional  El Paseo Del Prado.

cuba_chanel_instagram_rua

Um procissão de carros antigos com pinturas novas levaram os convidados até o local.

cuba_chanel_instagram4

Com uma internet ainda incipiente, modelos, Gisele e a própria Maison Chanel postaram fotos em suas redes sociais registrando o momento histórico. Na passarela, peças coloridas e estampadas, como os desenhos de carros antigos e as inscrições Coco Cuba Libre.

cuba_chanel_instagram3

Não faltaram também chapéus tipo Panamá, as tradicionais camisas masculinas de quatro bolsos, chamadas Guaiaberas, boinas a la Che Guevara e, claro, os tailleurs típicos das grifes francesas.

cuba_chanel_instagram1

Como itens de desejo imediato estão as bolsinhas que lembram as tradicionais caixas de charuto cubano, que algumas modelos também apresentaram na passarela.

cuba_chanel_instagram2

Karl Lagerfeld levou uma coleção colorida ao El Paseo Del Prado

cuba_ariwestphal_chanel_instagram

Modelos brasileiras divulgaram em suas redes sociais algumas imagens do desfile, como Ari Westphal, de cabelo curto e braço levantado no centro da foto.

cuba_amanda sanchez_chanel_instagram

Amanda Sanchez, também modelo de prova da Chanel, fez um “repost” da Vogue Mexicana

cuba_chanel_instagram_crishermann

Cris Herrmann agradeceu o fato de fazer parte desse momento épico da  moda.

Fotos: Reprodução/Instagram