Paris: Adeus a Lagerfeld, microbolsa e aliens marcam desfiles

Rosângela Espinossi
Publicado em
Penélope Cruz, microbolsa e alien em Paris (Fotos: Reprodução/Instragram)

Penélope Cruz, microbolsa e alien em Paris (Fotos: Reprodução/Instragram)

Enquanto o Carnaval corria solto por aqui, já estavam rolando em Paris, desde dia 25 de fevereiro, o desfiles da semana de moda mais badalada do planeta, que terminaram na última terça-feira (5). Com mais de 70 grifes desfilando no line up oficial, as passarelas francesas de prêt-à-porter apontaram as tendências para a temporada de inverno 2019/2020, que chegará nas lojas do Hemisfério Norte no próximo semestre.

O evento mais marcante foi, sem dúvida, o último desfile da Chanel, com roupas criadas por Karl Lagerfeld, morto em 19 de fevereiro deste ano. O derradeiro inverno criado por ele, com peças finalizadas pela sua assistente e agora substituta Virginie Viard, veio com muita, mas muita neve. O Grand Palais mais uma vez foi transformado numa estação de inverno. Modelos chorando no final do desfile, que teve até Penélope Cruz na passarela, marcaram a apresentação.

Microbolsas de 7cm, da grife Jaquemus, que prometem virar febre; maquiagem trans-humana-alien de Rick Owen; ênfase nos ombros e muita alfaiataria, bem anos 1980; xadrez tartã, príncipe-de-gales e tabuleiro de damas estão firmes e fortes; tons em neon colorindo os dias frios (sim, a tendência vai continuar); além de coleções com apelos ecológicos estão entre nos principais trends das passarelas.

Separamos 11 grifes que indicam os caminhos para o o próximo inverno de lá. Confiram as imagens.

Chanel

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por CHANEL (@chanelofficial) em

Karl Lagerfeld despediu-se em uma estação de inverno. Os últimos tailleurs, casacos e vestidos criados por ele trouxeram muito xadrez, em preto e branco. O estilista mostrou ainda que a estação mais fria pode vir em tons de branco e com cores variadas. Foi uma despedida e tanto. Veremos os próximos passos de sua pupila Virginie Viard. Por enquanto, ficam as lágrimas das modelos e do público, numa atmosfera fria.

Saint Laurent

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por SAINT LAURENT (@ysl) em

Antony Vacarello recriou clássicos de Yves Saint Laurent, como a alfaiataria feminina em ternos e calças (tendência, tendência, tendência). Plumas e brilho não faltaram, assim como o neon no fim do desfile, quando as modelos entraram com luzes piscando, mostrando que inverno pode ser colorido e aceso.

Dior

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Dior Official (@dior) em

A Dior revisitou os anos 1950 e suas subculturas, como a inglesa Teddy Boys, criando Teddy Girls donas de si. O famoso Tailleur Bar vem com apelo mais masculino. Jaquetas de couro e também o famoso xadrez tartã se impõem no inverno da grife.

Jacquemus

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por JACQUEMUS (@jacquemus) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por JACQUEMUS (@jacquemus) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por JACQUEMUS (@jacquemus) em

O estllista Simon Jacquemus vem causando com sua criação, que está virando febre. Trata-se da microbolsa de 7 cm, que apareceu na passarela e também foi enviada junto com o convite do desfile de inverno. A peça custa US$ 486 dólares (cerca de R$ 1.820) e pode ser bem lindinha, mas serve apenas como pingente, pois não cabe nada dentro. O estilista mostrou também que o rosa, entre outras cores, continua como uma das tendências para o inverno. Gostou?

Louis Vuitton

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Louis Vuitton Official (@louisvuitton) em

Couro, preto,  xadrez , como o famoso damier (do tabuleiro de damas), um pouco de flores estilo Liberty pontuaram a coleção da Louis Vuitton, desenhada por Nicolas Ghesquiere. Ombros em evidência, mangas bufantes e patchwork de tecidos e brilhos estão entre as propostas da marca francesa.

Miu Miu

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Miu Miu (@miumiu) em

A Miu Miu propôs uma rebelião, com looks camuflados, estilo militar e sobreposições. Para não perder a doçura, um pouco de flores também marcaram presença entre casacos de couro e de lã com mangas tipo pelerine.

Stella McCartney

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Stella McCartney (@stellamccartney) em

Não é de hoje que Stella McCartney defende o meio ambiente. Aqui, ela mostra vestido criado com retalhos de camisetas antigas.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Stella McCartney (@stellamccartney) em

Algumas modelos estravam com tatuagem, com pedido para salvar o planeta, tento a letra O, do SOS, em forma de globo terrestre. Que fique uma lição fashion.

Lanvin

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por LANVIN (@lanvinofficial) em

Um estilo meio grunge do século 21 surgiu no desfile da Lanvin, com mistura de tecidos, aplicações e até fitas douradas enfeitavam as peças leves e soltas, em tons claros.

Alexander McQueen

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Alexander McQueen (@alexandermcqueen) em

A grife inglesa Alexander McQueen foi outra que aposta nos masculino para as mulheres, com ênfase na alfaiataria. Ao mesmo tempo, traz vestidos volumosos, também valorizando os ombros, em tons como pink. Pode ir se acostumando que é tendência.

Rick Owens

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

makeup designed by me for @rickowensonline 👽🖤

Uma publicação compartilhada por Salvia (@salvjiia) em

Rick Owens sempre surpreende. Dessa vez, chamou a garota de 18 anos Salvia, que cria, inclusive nela mesma, makes e próteses, transformando a aparência em algo trans-humano, meio alien. O visual choca ainda mais com cabelão que deixa a testa enorme, lentes de contatos pretas inteiras, deixando o olho todo escuro, e unhas enormes. Aqui cabe a pergunta: será que essa moda pega?