Como evitar e tratar a retenção de líquido

Patricia Zwipp
Publicado em
Foto: Ouibelle/Reprodução

Foto: Ouibelle/Reprodução

Retenção de líquido é o nome usado popularmente para descrever um inchaço no corpo ou em partes específicas dele. É muito comum senti-lo nas pernas, no abdômen, nos braços, nos pés e nos tornozelos… Ele pode causar dor, pele ressecada, irritabilidade, desconforto intestinal e dificuldade na digestão.

A nutricionista Gabriela Ghedini, especialista em emagrecimento e transformações de corpo, explica que o problema pode aumentar significamente o peso na balança, mascarando a pesagem real entre um e três quilos (veja como eliminá-los já)!

Os culpados

Mais comum entre as mulheres devido às variações e instabilidades hormonais, a retenção de líquido é causada principalmente pela ingestão de alimentos industrializados, enlatados, de “saquinho” e ricos em sódio. “Na lista, vale acrescentar também os embutidos, como salame, salsicha, peito de peru e presunto”, diz Gabriela. “E os temperos industrializados como caldo de galinha ou carne, além dos carboidratos simples, como pão branco, massas e farinha”.

O ataque

Para reduzir o inchaço, a nutricionista indica o consumo de chás verde, branco e de hibisco. “Também é essencial manter a hidratação adequada durante o dia, de 2 a 3 litros, a ponto da urina sair transparente”, revela. Outra dica é usar especiarias e alimentos com efeito termogênico e diurético tais como canela, gengibre e café. “Vale associar ervas e substâncias fitoterápicas como o cactínea e a cavalinha”, finaliza.

Mais água é mais

“Muitos estranham a orientação de ingerir mais água quando se retém muito líquido”, diz Gabriela. “Pode parecer contraditório, mas permanecer hidratado é essencial para ajudar o corpo a liberar fluidos e se detoxificar de qualquer alimento que esteja causando o inchaço”. A nutricionista explica que o corpo compensa a desidratação armazenando água, o que pode causar a retenção hídrica.

VEJA MAIS

Ouibelle-light3